No interior de alguns tumores, existem um tipo de “fábrica”, cheia de células imunológicas que ajudam o copo a combater qualquer indício de que ele se torne um câncer. Muitas vezes, elas são essenciais para ajudar alguns pacientes na recuperação. 

Nos últimos anos, médicos japoneses adotaram um novo tratamento para o câncer, a imunoterapia, que se utiliza do próprio sistema imunológico para combater os tumores malignos 

A técnica é concentrada amplamente nos glóbulos brancos, chamados de células T, que são “treinados” para reconhecer e atacar as células potencialmente cancerígenas. 

O tratamento inovador promete um futuro incrível, entretanto ele ainda tem pouco índice de sucesso, sendo 100% eficaz para apenas 20% dos pacientes. Os pesquisadores estão tentando entender o porquê de um número tão baixo de pessoas responderem bem e outras não. 

Três artigos foram publicados na revista Nature, apontando um possível caminho para as respostas: Estruturas linfoides terciárias (TLS). 

Essas estruturas funcionam como “fábricas” de células imunológicas que ajudam o corpo a combater o câncer.  

Segundo o professor emérito Wolf Fridman“As células precisam ser educadas nas escolas, que são as estruturas linfoides terciárias”, onde aprendem efetivamente a reconhecer e atacar as células cancerígenas. 

A chave para as descobertas é que as células T estão longe de serem as únicas células imunológicas capazes de combater o tumor maligno 

Os pesquisadores estão descobrindo que o TLS estava cheio de células B, um tipo de célula imune que produz anticorpos. 

“Somos viciados em células T há 15 anos em câncer”, disse Fridman, rindo. “Analisamos esses sarcomas para ver quais grupos eles tinham e o que é impressionante é que essas células B apareceram”. 

A descoberta foi uma completa surpresa, visto que ela é vista em abundância no corpo de grande parte dos pacientes com câncer.  

A melhor notícia, é que pacientes que possuem um alto índice de Células B, também respondem muito bem à imunoterapia, mais uma vez ajudando aos pesquisadores na descoberta da cura contra o câncer. 

Leia também: Toyota investe US$ 400 milhões em projetos de carros voadores  

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here