54 visualizações 2 min 0 Comentário

Desvendando Furtos, A Captura de Gangue Vietnamita no Japão

- 8 de fevereiro de 2024

Operação de Furto Internacional: Desmantelando a Rede de Crime em Fukuoka Uma visão profunda sobre como uma equipe de vietnamitas desafiou a segurança das lojas japonesas

Em Fukuoka, Japão, a polícia deteve quatro vietnamitas, incluindo Nguyen Hoang Anh, 38 anos, por uma série de furtos em lojas de roupa, como a Uniqlo, resultando num prejuízo estimado em 20 milhões de ienes. Entre dezembro de 2018 e outubro de 2023, estas pessoas são acusadas de subtrair 5.237 itens, incluindo suéteres e jaquetas, em várias visitas ao país. A investigação sugere que os furtos eram facilitados pela presença de caixas self-service nas lojas japonesas, contrastando com as medidas de segurança mais rigorosas em outros locais.

Os suspeitos, dois homens e duas mulheres com idades entre 30 e 40 anos, enfrentam acusações por 67 incidentes de furto em diversas regiões do Japão, incluindo Tóquio, Osaka e Fukuoka. Além dos furtos, estão sendo processados por um caso de invasão de domicílio. Eles confessaram suas ações, justificando-as como uma maneira de superar dificuldades financeiras. A polícia acredita que os itens furtados eram posteriormente vendidos em plataformas online no Vietnã, apontando para uma operação organizada de revenda de produtos roubados.

Como parte da investigação, a Polícia da Prefeitura de Fukuoka também emitiu um mandado de prisão para uma mulher vietnamita de 40 anos, suspeita de liderar o grupo criminoso. Esta ação destaca a complexidade e o alcance internacional das operações de furto a retalho, bem como os desafios enfrentados pelas autoridades na prevenção desses crimes.

Este caso ilustra não apenas as dificuldades econômicas que podem levar indivíduos a cometer tais delitos, mas também a necessidade de medidas de segurança mais eficazes nas lojas para prevenir furtos, especialmente em sistemas de autoatendimento que podem ser explorados por criminosos. Além disso, aponta para a crescente preocupação com a venda de produtos roubados em mercados online, um problema que exige cooperação internacional para ser efetivamente combatido.