A possibilidade de realização de uma eleição antecipada foi descartada, nesta sexta-feira (19), por Alexis Tsipras, primeiro-ministro da Grécia, logo após a renúncia de seu ministro de Relações Exteriores. Alexis afirma que seu governo ainda recebe apoio de grande parte dos parlamentares.

A renúncia do ministro de Relações Exteriores, Niko Kotzias, aconteceu de modo inesperado nesta quarta-feira. Com a renúncia, se tornou a primeira grande autoridade a deixar o governo durante uma campanha para dar fim a disputa de décadas com a Macedônia, liderada por Tsipras.

O premiê disse para repórteres em Bruxelas que assumirá o cargo de ministro de Relações Exteriores até que o acordo que mudará o nome da ex-República iugoslava para Macedônia do Norte seja concluído.

“O governo ainda desfruta do completo e absoluto apoio da maioria no Parlamento”, disse Tsipras se referindo a seu governo.

Fonte: Reuters

https://br.reuters.com/article/worldNews/idBRKCN1MT21Y-OBRWD

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.