1.434 visualizações 2 min 0 Comentário

Escolas Japonesas planejam reabrir mesmo diante ao surto de COVID-19

- 10 de março de 2020
Crianças que não conseguem ficar em casa durante o fechamento de escolas em todo o país frequentam uma escola para estudar por conta própria

Vários municípios do Japão estão começando a romper com o pedido do governo para manter as escolas fechadas a fim de conter a contaminação do novo coronavírus. Muitas estão optando reabrir suas portas mais cedo do que o planejado, depois de serem orientadas a fecha-las brevemente. 

Nesta última segunda-feira, a cidade de Urasoe, disse que adiantará 3 dias o reinício das aulas nas escolas, que até então estão fechadas por ordem do governo central. Segundo as autoridades da cidade, cerca de 16 escolas que estão atualmente fechadas, vão reabrir terça-feira, ao invés de sexta-feira. 

A decisão veio por conta do grande problema que a medida causou para as famílias que possuem crianças em idade escolar, que tiveram que procurar medidas alternativas para manter os seus filhos seguros e ocupados. A cidade também foi incentivada a realizar mudanças para acolher as crianças durante o período letivo, enquanto as escolas estivessem fechadas. 

Kamimori Donguri Jido Club, um centro de atendimento infantil pós-aulas em Urasoe, aceita crianças em idade escolar a partir das 7h30, enquanto toma medidas para evitar possíveis infecções, incluindo a lavagem das mãos, e manter os quartos adequadamente ventilados. 

“Mesmo assim não podemos evitar o contato (entre crianças)”, disse Kinue Kanemoto, líder do centro. “As escolas podem ser melhores em prevenir as infecções do que em locais improvisados”, acrescentou ela.  

Leia também: Restrições de viagens causa cancelamentos em shows de K-pop no Japão  

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão