Um carteiro de 61 anos foi descoberto após não entregar milhares de itens postais, mantendo-os em sua casa, informou a polícia nesta quinta-feira. 

Um total de cerca de 24.000 itens não entregues foram encontrados na casa do homem em Sagamihara, na província de Kanagawa, disse a polícia, que enviou seu caso aos promotores. 

“Foi muito incômodo entregá-los”, disse o homem, cuja identidade foi ocultada, segundo a polícia. 

Os documentos enviados aos promotores referem-se especificamente a 1.002 entregas que o homem teria escondido em sua casa e em outros lugares entre fevereiro de 2017 e novembro do ano passado. 

Uma filial em Japan Post Co., em Yokohama, disse que o homem trabalhava como encarregado da entrega, mas começou a esconder as correspondências em 2003. Ele se aposentou, mas foi reempregado na Estação de Correios de Seya, em Yokohama, quando o incidente veio à tona durante uma verificação interna em novembro do ano passado. 

O homem admitiu a alegação e o Japan Post apresentou uma queixa criminal na polícia da prefeitura de Kanagawa em 14 de janeiro. 

“Nós os descobrimos tarde demais, pois o que estava em sua casa, estava além dos limites de uma inspeção interna”, disse um porta-voz da filial. 

“Teremos conversas com a polícia sobre os itens não entregues e pediremos desculpas aos remetentes e receptores quando os entregarmos”, disse ele. 

A empresa fornecerá aos trabalhadores instruções completas e fará o possível para evitar a recorrência, de acordo com o porta-voz. 

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here