A agência espacial japonesa, JAXA, informou nesta quinta-feira (18), que sua sonda espacial, Hayabusa2, aterrissou em um asteroide a 250 milhões de km da terra e coletou com sucesso, sua primeira amostra. 

Os fragmentos recolhidos do subsolo do asteroide ajudarão a obter uma nova visão sobre as origens da vida e da evolução do sistema solar, de acordo com a Agência de Exploração Aeroespacial do Japão. 

“nós acabamos de obter uma parte da história do sistema solar”, disse o gerente de projetos da Hayabusa2, Yuichi Tsuda, em uma coletiva de imprensa. 




 

A superfície do asteroide resistiu ao impacto dos ventos solares, e acredita-se que o seu subsolo contenha vestígios de quando o sistema solar foi criado há 4,6 bilhões de anos. 

Na amostra, há alguns pigmentos de cores escuras e desconhecidas e que os pesquisadores afirmam que possa ser algum tipo de material orgânico. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.