Enquanto passa suas férias em Fujikawaguchiko, o primeiro ministro japonês, Shinzo Abe, comentou nesta quinta-feira (25), que os projéteis disparados pela Coreia do Norte no começo do dia não constituem uma ameaça à segurança nacional do Japão e que o Japão cooperará com os Estados Unidos a respeito do assunto. 

O governo japonês montou uma força tarefa para coletar e analisar informações sobre os lançamentos dos misseis. 




Kenji Kanasugi, diretor geral da Agência de Assuntos Asiáticos e da Oceania do ministério das relações exteriores do Japão, realizou conversas telefônicas com o Representante Especial dos EUA para a Coreia do Norte, Stephen Biegun e o Representante Especial Sul Coreano para Assuntos de Paz e Segurança da Península Coreana, Lee Do-hoon, compartilhou informações sobre a última ação da Coreia do Norte e confirmou sua cooperação sobre o assunto. 

O ministro da Defesa Japonês, Takeshi Iwaya, realizou uma reunião com altos funcionários do seu ministério para discutir as respostas aos lançamentos dos misseis.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.