Anteriormente, o Japão anunciou que pretendia remover a Coreia do Sul da lista de nações com facilitações econômicas, e nesta sexta-feira (2), o gabinete do Japão decidiu seguir adiante com o plano de remoção, a nova medida entrará em vigor no dia 28 de agosto.




As autoridades japonesas negam que a decisão esteja ligada às recentes tensões e embates entre os dois países por conta da decisão da corte Sul Coreana em ordenar que a empresa Mitsubishi indenize cidadãos sul coreanos que foram forçadas a trabalhar durante a segunda guerra mundial. Já o governo japonês afirma que esta questão já foi resolvida através de um acordo feito em 1965.

Enquanto isso, os Estados Unidos estão tentando intermediar uma conciliação entre os dois países, argumentando que não será só a economia dos dois países que será afetada. O secretário de estado dos Estados Unidos, Mike Pompeo, se diz esperançoso de que os dois países irão encontrar um caminho para aliviar as tensões. Pompeo realizará uma reunião envolvendo os três países durante o ASEAN Fórum, que acontece em Bangkok.

Veja também: Prefeito de Busan anuncia ações em resposta as recentes tensões entre Coreia do Sul e Japão

Mundo-Nipo: O principal portal de notícias do Japão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here