1.146 visualizações 56 segundo 0 Comentário

Muitos ainda vão ao trabalho mesmo com pedido de isolamento

- 13 de abril de 2020
Pessoas transitando nas ruas de tokyo

Na manhã desta segunda-feira, muitos japoneses utilizando máscaras andavam pelas ruas em direção ao trabalho, mesmo com o pedido de isolamento após a declaração de emergência emitida pelo primeiro-ministro Shinzo Abe.  

Alguns trabalhadores disseram que tinham dificuldades em seguir ao pedido do então premiê, devido à natureza de seus empregos, enquanto outros disseram que não poderiam realizar um teletrabalho 100%, já que suas empresas ainda dependiam de trabalhos manuais. 

“Estou ciente do corte de 70% (no deslocamento), mas não posso tirar folga do trabalho”, disse um homem de 69 anos que está na área médica. 

“Estive trabalhando no teletrabalho recentemente, e saio quando não tenho outra escolha”, disse Mitsuhiro Shibuya, 58 anos, cujo trabalho envolve a compra de mercadorias para supermercados. 

A terra do sol nascente tem lutado com todas as forças para frear o aumento de infecções por coronavírus e, portanto, Abe decidiu que a melhor maneira seria declarar um estado de emergência para Tokyo, Osaka e outras 5 prefeituras. 

Durante a declaração, Abe ressaltou que não irá obrigar as empresas a fecharem ou as pessoas andarem nas ruas, mas pediu para que evitassem o contato com outras pessoas e mantivessem distância uma das outras, se possível.  

Leia também:   Funcionário é agredido após desobedecer a ordem de isolamento 

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão