151 visualizações 6 min 0 Comentário

Revolução no Varejo, Seven & I Planeja Listar Ito-Yokado e Focar na Expansão Global da 7-Eleven

- 11 de abril de 2024

Uma Nova Era para Seven & I: Explorando a Listagem de Ito-Yokado. Foco na Inovação: A Expansão Global da 7-Eleven como Prioridade.

A Seven & I Holdings está avaliando a possibilidade de listar sua subsidiária Ito-Yokado, uma renomada cadeia de supermercados, e potencialmente desvinculá-la da sua operação mais rentável e de rápido crescimento, a franquia 7-Eleven. Este movimento visa focar mais intensamente na expansão global das lojas de conveniência. A empresa, com sede em Tóquio, anunciou que seu conselho e comitê estratégico estão trabalhando em um plano para efetuar essa separação e listar a Ito-Yokado “assim que for viável”, conforme comunicado divulgado na quarta-feira. Antes do anúncio, as ações da empresa já haviam sofrido uma queda de 1,4%, em meio a rumores de que a Ito-Yokado passaria por uma renovação.

Sob pressão da ValueAct Capital Management no último ano, a Seven & I foi instigada a adotar reformas estruturais significativas e a agir rapidamente para melhorar sua avaliação no mercado. Em resposta, a empresa considerou fechar algumas lojas, entre outras medidas. A nova estrutura proposta visa dar mais autonomia aos funcionários para buscar crescimento e independência financeira nas decisões estratégicas, reforçando o compromisso da Seven & I com a transparência e o valor para os acionistas.

A Ito-Yokado, que precedeu a aquisição da 7-Eleven pela Seven & I, transformando-a em um grande sucesso, tem sido objeto de especulação há meses. A história da empresa remonta à Yokado Clothing Store, fundada em 1920 em Tóquio. Além da Ito-Yokado, a Seven & I também opera a Denny’s Japan e uma rede bancária de sucesso. No ano passado, a empresa concluiu a venda de suas redes de lojas de departamentos Sogo & Seibu para o Fortress Investment Group, por um valor aproximado de ¥ 220 bilhões (US$ 1,5 bilhão).

Taku Sugawara, analista da Iwai Cosmo Securities, considera essa direção estratégica positiva para a empresa, permitindo um foco maior nas lojas de conveniência, tanto no Japão quanto internacionalmente. A Seven & I já havia anunciado uma parceria com a unidade de supermercados para diversificar os produtos oferecidos em suas maiores lojas de conveniência.

Antes dos relatórios, as ações da Seven & I haviam subido quase 17% este ano. A empresa anunciou recompras de ações e um desdobramento de ações de 3 para 1 no final do ano passado, comprometendo-se a “implementar investimentos estratégicos” no segmento de lojas de conveniência.

No último ano fiscal, a Seven & I reportou um aumento de 5,5% no lucro operacional, para ¥ 534 bilhões, superando a projeção média dos analistas de ¥ 525 bilhões. As vendas líquidas caíram 1%, para 11,47 trilhões de ienes, em comparação com a previsão de 11,44 trilhões de ienes pelos analistas. Para o ano corrente, a empresa prevê um lucro de ¥ 545 bilhões e receitas de ¥ 11,25 trilhões, abaixo das projeções dos analistas.

Em uma entrevista no início deste ano, o presidente e CEO da Seven & I, Ryuichi Isaka, mencionou que as críticas não se limitavam à ValueAct, mas que comentários semelhantes foram recebidos de outros acionistas. A empresa advertiu que a separação proposta poderia arriscar a destruição de valor para os acionistas, em contraste com as demandas dos investidores. No ano passado, a ValueAct tentou, sem sucesso, substituir Isaka e outros membros do conselho.

Isaka salientou a importância de não apenas aumentar o número de lojas, mas de fortalecer o modelo de negócios, transferindo o sucesso do segmento de alimentos da Seven-Eleven Japan para o mercado global. Ainda não está claro se a ValueAct mantém uma participação significativa na empresa, já que não aparece mais na lista de acionistas principais.

Este texto foi reescrito com foco nas práticas de SEO, utilizando palavras-chave como “Seven & I Holdings”, “Ito-Yokado”, “franquia 7-Eleven”, e “expansão global de lojas de conveniência”, para otimizar a visibilidade nos mecanismos de busca. A estruturação clara e a inclusão de informações detalhadas visam não apenas melhorar o posicionamento nos resultados de busca, mas também fornecer um conteúdo informativo e de fácil compreensão para os leitores, seguindo as diretrizes inspiradas por Rand Fishkin.

Comentários estão fechados.