106 visualizações 3 min 0 Comentário

Transformação Urbana: Japão Lança compartilhamento de viagens

- 13 de fevereiro de 2024

Compartilhamento de Viagem no Japão: Uma Nova Era para Transporte Urbano Começa em Abril”Destaca o início iminente do serviço de ridesharing, situando temporalmente a mudança para despertar a curiosidade sobre o que está por vir

Em uma iniciativa inovadora que promete transformar o transporte urbano, o Ministério de Terras, Infraestrutura, Transporte e Turismo do Japão está se preparando para introduzir oficialmente o serviço de ridesharing a partir de abril. Esta nova política permitirá que motoristas particulares usem seus veículos pessoais para transportar passageiros, marcando um avanço significativo no setor de mobilidade urbana de Tóquio e outras regiões selecionadas.

Sob a nova regulamentação proposta, que visa facilitar uma transição suave para o ridesharing, todos os detalhes críticos como destino, tarifa e pagamento serão acordados previamente no momento da reserva. Além disso, a política enfatiza uma abordagem sem dinheiro para os pagamentos, alinhando-se com as tendências globais de transações financeiras digitais.

Uma característica distintiva deste modelo é que as operações de ridesharing serão gerenciadas por empresas de táxi existentes. Estas empresas terão a responsabilidade de supervisionar as condições de trabalho dos motoristas participantes, garantindo um ambiente seguro tanto para motoristas quanto para passageiros.

Para prevenir disputas e garantir a segurança de todos os envolvidos, a política estipula que os pontos de partida e chegada, além das tarifas, sejam claramente definidos no momento da reserva. Pagamentos eletrônicos serão a norma, minimizando a necessidade de transações em dinheiro físico.

Um aspecto crucial da política é a exigência de que as empresas de táxi implementem um sistema de treinamento e orientação para os motoristas de ridesharing, similar ao exigido para motoristas profissionais. Esse sistema visa assegurar altos padrões de segurança e profissionalismo. Além disso, haverá um monitoramento dos horários de trabalho dos motoristas que possuem outros empregos, para evitar conflitos com suas responsabilidades de condução.

O projeto de política foi apresentado e discutido em uma reunião com especialistas no dia 7 de fevereiro, recebendo feedback positivo. Após uma consulta pública para coletar opiniões sobre a proposta, o ministério pretende finalizar e formalizar a política até o final de março.

Esta iniciativa representa um marco importante na modernização dos serviços de transporte no Japão, com o objetivo de oferecer opções de mobilidade mais flexíveis e acessíveis para os cidadãos, ao mesmo tempo em que se mantém um alto padrão de segurança e confiabilidade no serviço de transporte.

Comentários estão fechados.