105 visualizações 37 segundo 0 Comentário

Vandalismo no Santuário Yasukuni, Homem Chinês Explica Motivações

- 8 de junho de 2024

Sem Arrependimento: Vândalo Chinês Defende Suas Ações.

TÓQUIO, 06 de junho – Um homem chinês, acusado de vandalizar um pilar de pedra no Santuário Yasukuni, localizado no distrito de Chiyoda, em Tóquio, com tinta spray, falou à ANN, destacando que não tem intenção de se entregar. O homem, que admitiu o ato de vandalismo, declarou: “A razão é simples. Não quero que o Japão descarregue água contaminada com energia nuclear. Esse é o meu objetivo final.”

Ele reconheceu ter desfigurado o Santuário Yasukuni, um local de grande importância para o público japonês, como forma de protesto contra a liberação de água tratada da Usina Nuclear de Fukushima Daiichi.

O homem não demonstrou arrependimento ou remorso por suas ações e reiterou:

“Não tenho intenção de me render. Vocês deveriam ser os primeiros a refletir. Entregar-me está fora de questão.”

Ele também mencionou que, após retornar à China, não foi questionado pelas autoridades de segurança pública.

Logotipo Mundo-Nipo
Autor

**Portal Mundo-Nipo**
Sucursal Japão – Tóquio
contato@mundo-nipo.com.br

Comentários estão fechados.