Nesta quarta-feira (24), o furacão Willa foi rebaixado para depressão tropical, e os ventos não ultrapassam 62 km/h. Segundo o Centro Nacional e Furacões (NHC), fortes chuvas podem acontecer no centro-oeste e norte mexicano, mas que nas próximas horas, o Willa perderá força. Na noite de terça (23), o fenômeno tocou o solo no México como categoria 3, fazendo cerca de 4.200 pessoas saírem de suas casas para se protegerem em 58 abrigos especiais.

Entre as regiões afetadas pelo fenômeno, estão os estados de Durango, que foi atingido por ventos de 195 km/h, Sinaloa, Nayarit, Jalisco e Zacatecas. Uma prisão federal nas Ilhas Marias também foi atingida.

O Serviço Meteorológico Nacional alertou sobre o risco de deslizamentos e alagamentos, já que o solo está saturado após a passagem do Willa.

Em uma comunidade de Escuinapa em Sinaloa, 2.500 moradores ficaram preocupados por abandonar os poucos pertences em suas casas frágeis, contruídas num vilarejo voltado à pesca.

Não há informações sobre vítimas ou danos. Entre setembro e outubro, fenômenos tropicais no pacífico sul já deixaram 26 mortos.

Fonte: Globo

https://g1.globo.com/mundo/noticia/2018/10/24/furacao-willa-e-rebaixado-para-depressao-tropical-no-mexico.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.