Início Brasil Votação na Câmara para ‘Escola Sem Partido’ é adiada

Votação na Câmara para ‘Escola Sem Partido’ é adiada

352
0
Opositores do projeto de lei acreditam que a medida como censura e cerceamento da liberdade de expressão. Foto: Carta Capital

Sessão agendada nesta quarta-feira (31) para discussão do projeto Escola Sem Partido foi marcada por protestos e tumultos na Câmara. A confusão durou cerca de uma hora e definida com o bate-boca de Chico Alencar (PSOL-RJ) e Ivan Valente (PSOL-SP) contra Marco Feliciano (PSC-SP), além de gritos de grupos favoráveis ou contra o projeto.

A Escola Sem Partido, de 2004, foi criado em oposição a suposta doutrinação de esquerda passada pelos professores aos alunos e por vezes apresentadas em materiais didáticos.

Nesta semana foi apresentado um novo texto, ampliando a abrangência da lei para livros, materiais didáticos e paradidáticos. Conforme o novo texto, fica vetado termos como “gênero”, “orientação sexual”. O professor deverá comportar-se de forma neutra, não deverá fazer propaganda político-partidária em sala de aula, não deverá incentivar alunos para participar de manifestos públicos.

O texto prevê que o professor deve zelar pela educação moralizada, valores familiares (educação moral, sexual e religiosa).

A oposição ao projeto classifica as medidas como censura e cerceamento da liberdade de expressão.

A sessão foi remarcada para a próxima semana pelo presidente da comissão, Marcos Rogério (DEM-RO).

Fonte: Paraná Portal

https://paranaportal.uol.com.br/geral/com-protesto-contra-e-gritos-de-bolsonaro

-camara-adia-votacao-do-escola-sem-partido/.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here