O método de pesca ukai foi descrito pela primeira vez no Kojiki, uma coleção de crônicas do Japão considerado como o livro mais antigo do país (712 d.C.).

O primeiro relato do Ukai na história é datado no período de 712 d.C., em uma coleção de crônicas do Japão, chamada Kojiki, que é considerado o livro mais antigo do país.




 

A arte do ukai consiste na utilização da ave aquática Cormorão ou corvo-marinho, como a principal ferramenta para a pesca, já que a ave caça a sua presa mergulhando na água.

Os pescadores costumam amarrar uma corda em volta do pescoço do animal, para que dificulte o pássaro engolir o peixe, e lança-lo na água, ao capturarem um peixe, são puxados de volta ao barco e os pescadores tiram os peixes do bico do animal

Entre os séculos VIII e XIX, assistir japoneses pescando era um dos passatempos prediletos da aristocracia da época. Durante o período Edo, Oda Nobugana patrocinou o ukai.

Além disso, grandes personalidades do mundo da arte apreciaram o método Ukai, como o próprio ator, diretor e roteirista britânico Charles Chaplin, descrevendo este método como a arte mais elevada do Japão.

Os principais locais onde este método de pesca é praticado são o rio Nagawagawa em Gifu, rio Hozu em Arashiyama, Kyoto e rio Uji em Uji. É realizada somente durante o período noturno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.