596 visualizações 4 min 0 Comentário

A Frequência da Areia Amarela no Japão e Seus Efeitos Colaterais

- 2 de maio de 2024

Areia Amarela: O Inimigo Invisível da Primavera Japonesa. Entenda o fenômeno que pode estar por trás da sua coceira nos olhos.

Se você tem notado uma coceira nos olhos ou uma sensação de formigamento na garganta recentemente, e sabe que não é alérgico ao pólen, é possível que esteja enfrentando um incômodo sazonal menos conhecido: a alergia à areia amarela. Apesar de muitos estarem cientes da chegada anual da areia amarela ao Japão, também referida como poeira asiática ou tempestades de poeira e areia (DSS), na primavera, poucos conhecem as reações alérgicas que ela pode desencadear, as quais podem ser graves, especialmente para grupos de alto risco.

Além disso, especialistas alertam que o aquecimento global pode intensificar esse problema nos próximos anos.

Entendendo a Areia Amarela

A areia amarela, uma poeira que se origina dos desertos da China e da Mongólia, é transportada pelo vento até o Japão, principalmente entre março e maio, e ocasionalmente durante o inverno. Este fenômeno natural, documentado em textos médicos chineses antigos de quase 2.000 anos, é exacerbado pela industrialização e práticas agrícolas na Ásia, contribuindo para a poluição atmosférica transfronteiriça.

Frequência e Impacto no Japão

A frequência com que a areia amarela atinge o Japão varia anualmente. Em 2023, por exemplo, houve registros de sua presença durante vários dias ao longo do ano. A areia amarela não só obscurece o céu e cobre carros e roupas com uma poeira amarelada, mas também pode causar problemas de saúde, como irritações nos olhos, espirros, coriza, tosse, e até agravar condições respiratórias como asma e doença pulmonar obstrutiva crônica.

Diferença entre Areia Amarela e PM2.5

Enquanto PM2.5 se refere a partículas no ar com diâmetro de 2,5 micrômetros ou menos, muitas partículas de areia amarela que chegam ao Japão são maiores, embora algumas possam ser menores e, portanto, capazes de penetrar profundamente nos pulmões, aumentando o risco de doenças respiratórias e cardiovasculares.

Efeito das Mudanças Climáticas

Acredita-se que o aquecimento global possa aumentar a quantidade de poeira asiática que chega ao Japão, intensificando as tempestades de areia e a concentração de areia amarela transportada, devido à maior evaporação da água em regiões secas como a Mongólia.

Prevenção e Tratamento

O tratamento para alergia à areia amarela é semelhante ao de alergias ao pólen, focando no alívio dos sintomas. A prevenção inclui minimizar atividades ao ar livre durante altos níveis de areia amarela, usar máscaras bem ajustadas como as do tipo N95, e verificar a capacidade dos purificadores de ar em filtrar partículas de areia amarela.

A conscientização sobre a areia amarela e as medidas preventivas são essenciais para proteger a saúde diante desse fenômeno recorrente, especialmente em um contexto de mudanças climáticas que podem agravar sua incidência e impacto.

Logotipo Mundo-Nipo
Autor

**Portal Mundo-Nipo**
Sucursal Japão – Tóquio

Comentários estão fechados.