418 visualizações 2 min 0 Comentário

Abe sofre pressão para amenizar o golpe econômico causado pelo covid-19

- 16 de abril de 2020
pátio de lojas quase completamente fechado devido ao coronavírus

O premiê do Japão, Shinzo Abe, está sofrendo grande pressão para tomar medidas mais ousadas para amenizar o golpe econômico que veio à tona com a chegada do surto de coronavírus. Os pedidos de seus parceiros políticos é de que ele passe a aumenta ajuda financeira. 

O governo anunciou um pacote de estímulo de quase US $ 1 trilhão na semana passada, incluindo pagamentos em dinheiro de 300.000 ienes para famílias cuja a renda foi profundamente afetada pela quarentena.

A solicitação para uma ajuda financeira maior está cada vez mais crescente. Os pedidos para um pagamento adicional para todos os cidadãos estão pressionando cada vez mais o primeiro-ministro, visto que outros países já o fizeram, pois entendem que o coronavírus devastou a economia do mundo inteiro.

Natsuo Yamaguchi, chefe do partido Komeito, instou o governo de Abe a fazer um pagamento adicional de 100.000 ienes a cada cidadão.

“A pandemia está causando um profundo impacto na atividade social e na economia. Pedi ao primeiro-ministro que tome uma decisão e envie uma forte mensagem de solidariedade ao público”, disse Yamaguchi a repórteres depois de se encontrar com Abe na quarta-feira. “É necessário agir o mais rápido possível.”

O secretário-chefe do gabinete, Yoshihide Suga, disse que o governo irá pensar em considerar o pedido de Yamaguchi, mas primeiro precisam passar o orçamento suplementar deste ano para o parlamento e rever os planos.

Leia também:  População japonesa cai em ritmo recorde

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão