111 visualizações 2 min 0 Comentário

AIEA endossa a liberação do Japão de água tratada da usina de Fukushima

- 4 de julho de 2023

Crédito: Japan Times – 04/07/2023 – Terça

A Agência Internacional de Energia Atômica deu um endosso essencial terça-feira de um plano controverso do Japão para liberar água tratada da usina nuclear de Fukushima No. 1 para o Pacífico, abrindo caminho para que seja liberada neste verão.

Antes de sua reunião com o primeiro-ministro Fumio Kishida, o diretor-geral da AIEA, Rafael Grossi, apresentou o relatório de avaliação de segurança da organização, que concluiu que a descarga da água tratada no mar é “consistente com os padrões internacionais de segurança relevantes”.

“Se o governo japonês decidir prosseguir com o plano, (ele) terá um impacto insignificante no meio ambiente, ou seja, água, peixes e sedimentos”, disse Grossi em entrevista coletiva após sua reunião com Kishida.

Grossi disse que a AIEA continuará monitorando a situação caso o plano de descarte da água tratada avance.

“A AIEA estará aqui permanentemente, revisando, monitorando, avaliando essas atividades nas próximas décadas”, acrescentou.

Kishida, por sua vez, reiterou que não permitiria que a água tratada fosse descartada se houvesse indícios de que teria um impacto prejudicial à saúde humana e ao meio ambiente.

“O Japão continuará a fornecer explicações ao povo japonês e à comunidade internacional de forma sincera, baseada em evidências científicas e com altos níveis de transparência”, disse o primeiro-ministro.

Foto: Japan Times (Rafael Grossi, diretor-geral da Agência Internacional de Energia Atômica, apresentou ao primeiro-ministro Fumio Kishida o relatório abrangente da AIEA sobre o plano de liberar água tratada da usina nuclear Fukushima No. 1, no gabinete do primeiro-ministro em Tóquio na terça-feira. | PISCINA / VIA AFP-JIJI)

Comentários estão fechados.