Os hábitos alimentares dos mais jovens tem gerado grande preocupação com o futuro da cidade entre os médicos e pesquisadores da Universidade de Okinawa. Para eles, a fama de longeva pode virar um mito.




 

De acordo com o Dr. Hiroaki Masuzaki, a fama de longeva era sustentada pelo estilo de vida e a alimentação tradicional até o século XX. “Depois da virada do milênio temos notado um declínio na expectativa de vida da população local. Desde 2004 os censos já mostram isso. O que causou um choque inicial para moradores e também para a comunidade médica, que começou a investigar as razões”, declarou.

Atualmente, os jovens consomem muito hambúrguer, batata frita e refrigerantes. Acredita-se que o problema tenha começado com a americanização durante a Segunda Guerra Mundial e a década de 1970.

Campanhas de conscientização nas escolas e para as famílias já estão sendo realizadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.