“Os avós que cuidam dos netos tendem a viver mais do que os idosos que não se importam com outras pessoas”, segundo um estudo relatado no Mail Online. 

Os pesquisadores descobriram que as avós-babás tinham um risco de mortalidade 37% menor do que os adultos da mesma idade, sem contato com os netos. 

O estudo incluiu cerca de 500 adultos do Berlin Aging Study (BASE) – um banco de dados de pessoas com 70 anos ou mais que viviam na antiga Berlim Ocidental. 

Constatou-se que todos os participantes envolvidos nos cuidados ou ajuda aos netos, tiveram um risco reduzido de morte durante o acompanhamento do estudo dos que não tinham netos ou não participavam da infância deles.  

Efeitos positivos semelhantes também foram encontrados para os participantes que ajudam e apoiam os filhos adultos e outras pessoas em suas redes sociais. 

Mas o estudo tem limitações, a principal delas é que não pode provar causa e efeito. 

Mais pesquisas seriam necessárias para descobrir o que causa o aumento da expectativa de vida dos idosos nesse sentido.  

Os pesquisadores oferecem uma série de explicações, como: passar o tempo com os netos ser uma boa maneira de os idosos terem um senso de propósito, mantendo-os ativos física e mentalmente. 

Mundo-Nipo: O principal portal de notícias do Japão  

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here