472 visualizações 2 min 0 Comentário

Casos confirmados de coronavírus superam 2 milhões em todo o mundo

- 14 de abril de 2020
Hospital em bruxelas lida com um paciente em estado grave

Em Nova York, o número de pessoas mortas por conta do novo coronavírus ultrapassou 10 mil, mesmo com todos os esforços para conter a disseminação da doença.  

O impacto do vírus mortal causador de pneumonia foi sentido mais fortemente em locais como Nova York, Itália, França, Espanha e Reino Unido, trazendo juntamente com outros países, um número de mortos que ultrapassa a faixa de 2 milhões.  

A quantidade de pessoas que vieram à óbito em estados populosos como a Flórida e a Pensilvânia, chegaram a quase ao número de uma população em municípios próximos a Nova York. 

As autoridades temiam que interromper as medidas de quarentena e de distanciamento social poderia facilmente dissolver todo o progresso conquistado até agora. Mas ainda assim, havia sinais de que alguns países estavam olhando para essa direção. 

Na Espanha, os trabalhadores foram autorizados a retornar a alguns trabalhos de fábrica e construção, enquanto o governo tentava reiniciar a rotina normal. As lojas e os serviços de varejo ainda eram obrigados a permanecer fechados, e o governo exigia que os funcionários continuassem trabalhando em casa.  

Enquanto isso, algumas regiões da Itália, a mais afetada do mundo, também afrouxou suas restrições, causando temores para uma nova explosão de casos de infecção desenfreada e gerando dúvidas sobre quando a pandemia iria ter um fim. 

Leia também: Japão marca novo recorde de casos confirmados neste final de semana  

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão