Carta escrita por tomomasa nakagawa

Um pouco antes de sua execução realizada em 2018, o jovem que fez parte do ataque de gás sarin realizado pela Aum Shinrikyo em 1995, escreveu uma carta pedindo que os terroristas parassem a realização de ataques planejados. 

“Eu quero que os ‘futuros terroristas’ parem os ataques por vontade própria […]”, escreveu Tomomasa Nakagawa enquanto estava no corredor da morte.  

“Tenho certeza de que vocês entrarão em profundo desespero ao verem o que fizeram”, diz a carta que não tem data ou título.  

Em seu julgamento, Nakagawa expressou seu profundo arrependimento pelo ataque mortal ao metrô de Tokyo há 25 anos atrás. “Eu percebi aos poucos que esse ataque era extremamente prejudicial para as pessoas e suas famílias”, disse.  

“Nada de bom aconteceu naquele dia do ataque ao metrô”, escreveu Nakagawa, que estava envolvido no empacotamento do gás sarin que foi liberado nos trens de Tokyo, intoxicando milhares e matando muitos. 

Leia também: Japão cogita gasto de ¥30 trilhões para combater o impacto econômico  

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.