216 visualizações 3 min 0 Comentário

Impacto do Terremoto no Nordeste Japonês, Relatos Diretos e Resposta Rápida

- 2 de abril de 2024

Magnitude e Resposta: O Terremoto de 6,0 no Japão, Uma Análise das Ações Imediatas e Prevenção de Tsunamis.

Na manhã de terça-feira, um terremoto de magnitude 6,0 atingiu o nordeste do Japão, conforme reportado pela Agência Meteorológica do país. O evento sísmico, que ocorreu às 4h24, não levou à emissão de alertas de tsunami, tranquilizando a população local e as autoridades.

O impacto do terremoto foi significativo em várias localidades. Especificamente, as cidades de Hachinohe e Misawa, na província de Aomori, além de Miyako e Kuji, situadas na província de Iwate, experimentaram uma intensidade sísmica de nível 5 numa escala que vai até 7, segundo a classificação adotada pela Agência Meteorológica do Japão. Outras áreas dessas províncias, incluindo Higashidori, Morioka, Hanamaki, e Kesennuma na província de Miyagi, sentiram o terremoto com uma intensidade um pouco menor, marcando 4 na mesma escala.

O epicentro do terremoto foi identificado no norte da província de Iwate, a uma profundidade aproximada de 71 quilômetros. Inicialmente, a magnitude do terremoto foi estimada em 6,1, com uma profundidade focal de 80 quilômetros, mas esses dados foram posteriormente ajustados pela Agência.

Após o terremoto, verificações de segurança foram imediatamente realizadas nas usinas nucleares de Onagawa e Higashidori, localizadas nas províncias de Miyagi e Aomori, respectivamente. A Tohoku Electric Power Co., operadora das instalações, confirmou que nenhuma anormalidade foi detectada e que as usinas estavam desativadas no momento do terremoto, garantindo assim a segurança das instalações.

Além disso, a Japan Nuclear Fuel Ltd. assegurou que o terremoto não impactou as operações de sua planta de reprocessamento em Rokkasho, na província de Aomori.

Entre os incidentes relatados em decorrência do terremoto, destaca-se o caso de uma mulher de 70 anos, residente em Hachinohe, que sofreu uma lesão no pulso esquerdo ao cair da cama durante o tremor, conforme informado pelos serviços de emergência locais.

A pronta resposta das autoridades e a ausência de danos maiores ou alertas de tsunami após o terremoto são um testemunho da eficácia dos sistemas de monitoramento e resposta a emergências do Japão, um país que, devido à sua localização geográfica, tem uma longa história de enfrentamento a eventos sísmicos.

Portal Mundo-Nipo
Sucursal Japão – Tóquio
contato@mundo-nipo.com.br

Comentários estão fechados.