428 visualizações 2 min 0 Comentário

Fazer ‘nada’ será mais um golpe de marketing para o Studio Ghibli?

- 13 de julho de 2023

Crédito: Japan Times – 13/07/2023 – Quinta

Depois de anos de expectativa, o mais recente (e provavelmente final) filme do aclamado diretor de anime Hayao Miyazaki, “Kimitachi wa Do Ikiru Ka?” chega aos cinemas em todo o Japão em 14 de julho. Se esta é a primeira vez que você ouve sobre isso, bem, isso faz parte do plano.

Em junho, Toshio Suzuki, co-fundador, atual presidente e guru da publicidade do Studio Ghibli, a casa de Miyazaki, disse à revista Bungei Shunju que o filme, provisoriamente referido em inglês como “How Do You Live?” não estaria recebendo uma campanha publicitária tradicional: sem trailer, sem comerciais de TV, sem produtos vinculados, sem nada.

“Ao longo dos anos, fizemos várias coisas para atrair o público para ver nossos filmes”, disse Suzuki a Bungei Shunju. “Mas eu pensei: ‘Já chega disso.’ Não é divertido fazer a mesma coisa indefinidamente.”

Embora a proclamação de não publicidade de Suzuki possa parecer o equivalente a um emoji de encolher os ombros, na verdade é uma estratégia deliberada por parte de um homem há muito elogiado por suas proezas promocionais.

“Ele é pragmático e incansável”, diz Susan Napier, professora de retórica e estudos japoneses na Tufts University em Massachusetts e autora de “Miyazakiworld: A Life in Art”.

Foto: Japan Times (Os co-fundadores do Studio Ghibli, Toshio Suzuki (à esquerda) e Hayao Miyazaki, participam do Academy of Motion Picture Arts and Sciences Governors Awards em Los Angeles em 2014. | REUTERS)

Comentários estão fechados.