103 visualizações 3 min 0 Comentário

Intervenção do Banco do Japão Fortalece o Iene em Movimento Estratégico de Bilhões

- 3 de maio de 2024

Impacto das Intervenções Cambiais no Mercado Japonês. Veja como as ações do Banco do Japão afetam o mercado e o valor do iene.

Na última quarta-feira, o Japão pode ter feito uma movimentação financeira significativa, desembolsando aproximadamente ¥3,66 trilhões (US$23,59 bilhões) para fortalecer o iene, que se aproximava de suas mínimas em quase 34 anos. Segundo informações divulgadas pelo Banco do Japão na quinta-feira, essa ação resultou em uma valorização súbita da moeda japonesa, que saltou de ¥157,55 para ¥153 por dólar em apenas meia hora.

Este movimento veio após uma intervenção anterior na segunda-feira, onde o Ministério das Finanças (MOF) japonês pode ter investido cerca de ¥6 trilhões para apoiar o iene, que havia atingido o valor de 160,245 ienes por dólar – o mais baixo desde abril de 1990. Apesar das especulações, o ministério manteve sua política de não confirmar sua participação direta nessas operações, reiterando apenas sua prontidão para intervir contra flutuações desordenadas do mercado.

Com os mercados japoneses fechados para feriados na sexta-feira e na próxima segunda-feira, e as transações cambiais levando dois dias úteis para serem liquidadas, a projeção do Banco do Japão para as condições do mercado monetário na próxima terça-feira sugere um influxo líquido de fundos de ¥4,36 trilhões. Este valor contrasta com a estimativa de ¥700 bilhões a ¥1,1 trilhão prevista por corretoras do mercado monetário, excluindo a intervenção.

Shoki Omori, estrategista-chefe da Mizuho Securities para o Japão, comentou sobre a magnitude e a rapidez das intervenções, indicando que o MOF pode enfrentar limitações para futuras ações, especialmente se dados econômicos dos EUA incentivarem a compra de dólares.

A diferença significativa entre os rendimentos dos títulos do governo japonês e dos EUA é vista como um fator chave por trás da pressão sobre o iene. Mesmo após o Banco do Japão elevar as taxas de juros pela primeira vez desde 2007, em março, a expectativa de um aperto monetário gradual manteve os rendimentos dos títulos japoneses abaixo de 1%, enquanto os rendimentos dos títulos do Tesouro dos EUA se aproximam de 5%, refletindo uma economia forte e inflação persistente.

O presidente do Federal Reserve dos EUA, Jerome Powell, reforçou a perspectiva de uma política monetária mais rígida, indicando que a redução da inflação para a meta de 2% pode levar mais tempo do que o previsto.

Logotipo Mundo-Nipo
Autor

**Portal Mundo-Nipo**
Sucursal Japão – Tóquio
contato@mundo-nipo.com.br

Comentários estão fechados.