823 visualizações 24 segundo 0 Comentário

Mais 10 infectados são encontrados em cruzeiro, totalizando 45

- 6 de fevereiro de 2020
Os passageiros olham de suas cabines quando o navio de cruzeiro Diamond Princess

Nesta quinta-feira, o primeiro-ministro do Japão decidiu que irá recusar o desembarque de passageiros não-cidadãos de um cruzeiro de luxo que deverá chegar ao país ainda esta semana, pois alguns deles apresentavam suspeita de portar o novo coronavírus. 

O navio que pesa cerca de 82.000 toneladas, partiu de Hong Kong no início deste mês, esperando chegar ao porto de Okinawa, neste sábado. 

A decisão foi tomada mediante a preocupação do aumento de contaminação. Mais de 3.700 pessoas foram enviadas a bordo do Diamond Princess para exames mais aprofundados, em pessoas que possivelmente poderiam ser portadoras do vírus e evitar o aumento de um cenário aterrorizante para o país. 

O número mais recente eleva a estatística para 45, incluindo as 20 pessoas que já foram testadas e apresentavam positivo no navio cruzeiro. 

Leia também: Coronavírus escondido em fezes pode ser uma fonte de disseminação  

Mundo-nipo: O principal portal de notícias do Japão