O volume nas vendas mundial diminuiu 2,4% em comparação com o 3° trimestre de 2017. No Brasil foi de 3,1%, porém a receita líquida cresceu 5,8%.

De acordo com a empresa, a receita líquida subiu no Brasil (2,1%), América Central e Caribe (16,5%), América Latina Sul (13,9%) e Canadá (0,4%).

O motivo da queda do volume e o aumento da receito é que a venda das cervejas Premium (Budweiser, Stella Artois e Corona) no Brasil teve um aumento de mais de 40% no terceiro trimestre.

No entanto, o grupo AB InBev, dono da Ambev e o maior fabricante mundial de cerveja teve queda no lucro líquido de 37%.

Fonte: Globo

https://g1.globo.com/economia/noticia/2018/10/25/ambev-registra-lucro-de-r-29-bilhoes-no-3o-trimestre-mas-vendas-de-cerveja-caem.ghtml

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.