83 visualizações 4 min 0 Comentário

Terremoto de 7,01 Magnitude Sacode Fronteira Quirguistão-China

- 26 de janeiro de 2024

Na madrugada de terça-feira (23), um poderoso terremoto de magnitude 7,01 foi registrado na região de fronteira entre o Quirguistão e a província de Xinjiang, no sudoeste da China, conforme divulgado pelo Centro Alemão de Pesquisa em Geociências (GFZ). Este evento sísmico resultou em danos significativos e múltiplos feridos, conforme reportado pela mídia estatal chinesa.

O abalo sísmico, cujo epicentro se localizou a uma profundidade de 22 quilômetros na área montanhosa do condado de Wushi em Xinjiang, ocorreu às 2h09, horário local, segundo informações da Administração de Terremotos da China. A área do epicentro situava-se aproximadamente a 50 km de distância de Wushi, afetando diretamente cinco aldeias num raio de 20 km, como noticiado pela agência de notícias Xinhua.

A intensidade do tremor foi amplamente sentida, com relatos de moradores através da rede social Weibo indicando que o terremoto foi fortemente percebido em diversas cidades como Urumqi, Korla, Kashgar, Yining, entre outras localidades próximas.

Como resposta imediata ao desastre, o departamento ferroviário de Xinjiang suspendeu todas as operações, afetando a circulação de 27 trens, salientou a Xinhua, destacando as medidas de segurança adotadas em resposta ao terremoto.

A Administração de Terremotos da China enfatizou a rápida ativação dos serviços de resposta a emergências, em colaboração com o Escritório da Sede de Ajuda ao Terremoto e o Ministério de Gestão de Emergências, enviando equipes especializadas para coordenar os esforços de socorro na região afetada.

O Ministério de Gestão de Emergências da China salientou o trabalho coordenado entre os departamentos para prover ajuda aos afetados, com o envio de tendas, casacos, colchas, colchões, camas dobráveis e fogões de aquecimento para as áreas atingidas, reforçando o compromisso do governo com as operações de auxílio.

Adicionalmente, a região de Xinjiang enfrentou vários terremotos significativos nas últimas 24 horas, apontando para uma atividade sísmica elevada na área.

O impacto do terremoto também foi sentido além das fronteiras chinesas. O Ministério de Emergências do Cazaquistão, país vizinho, detectou o mesmo terremoto, atribuindo-lhe uma magnitude de 6,7. Em Almaty, a maior cidade do Cazaquistão, houve cenas de pânico com moradores deixando suas residências e buscando segurança nas ruas, apesar das baixas temperaturas. Felizmente, não foram reportados danos na cidade.

Este evento sísmico e seus tremores secundários, ocorridos aproximadamente 30 minutos após o principal, também foram sentidos no Uzbequistão, mostrando a extensa área afetada pelo terremoto.

Para mais informações sobre a situação em Xinjiang e regiões próximas, fique atento às atualizações e orientações das autoridades locais e dos serviços de emergência.

Comentários estão fechados.