O primeiro-ministro Shinzo Abe pediu a líderes iranianos durante sua visita a Teerã para libertar norte-americanos detidos pelo país a pedido do presidente dos EUA, Donald Trump.

Mas o Irã disse que não negociará com os Estados Unidos, rejeitando a tentativa de Abe de intermediar o diálogo entre os dois inimigos em meio a crescentes tensões no Oriente Médio.


 

Abe admitiu que o caminho para aliviar as tensões na região em meio ao impasse entre o Irã e os Estados Unidos será difícil, mas disse que o Japão continuará a trabalhar para alcançar a paz e a estabilidade.

Fonte: KYODO

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.