Cuidados devem ser tomados antes de abrir um novo negócio, seja ele qual for. Há um série de cuidados e recomendações a serem levados em conta antes de abrir uma franquia.

De acordo com André Friedheim, presidente da Associação Brasileira de Franchising, há riscos em qualquer negócio, seja ele grande ou pequeno.




“Pense que você não está comprando um item descartável, mas um projeto de vida, de longo prazo e que envolve diversas variáveis. Não existem negócios sem riscos, mas você precisa conhecê-los, avaliá-los, e ponderar se está preparado para se tornar um franqueado”, declarou.

De acordo com os especialistas, no caso de revenda de produtos, é necessário ter uma empresa em seu nome, como o MEI, serviço oferecido gratuitamente pelos escritórios do Sebrae-SP.

Com o MEI, você terá alvará de funcionamento, conta bancária jurídica e poderá vender para outras empresas, além da segurança jurídica e acesso a benefícios sociais.

A ABF deu algumas dicas para levar em consideração antes de comprar uma franquia, confira.

  • Perfil

Antes de investir em um novo negócio, é necessário que você se identifique com ele e o ramo de atuação. A franquia deve combinar com o seu perfil e o estilo de vida.

  • Marcas

Após escolher o ramo, pesquise quais franquias estão disponíveis para a compra e avalie a fundo cada uma delas.

  • Histórico do franqueador

É recomendado estudar o histórico da marca, assim como a quantidade de unidades próprias.

  • Selo ABF

O Selo de Excelência em Franchising da ABF é concedido às empresas anualmente. Verifique se o franqueado o possui.

  • COF e analise de todos os itens

O franqueado deverá oferecer a Circular de Ofertas de Franquias (COF), até 10 dias antes de fechar negocio. Leia atentamente todos os itens, como a taxa de instalação, estoque, marketing, e treinamento de funcionários.

  • Converse com franqueados

Converse com franqueados e ex-franqueados sobre como é na prática e visite as unidades.

  • Mercado e concorrência

É importante saber se no local escolhido para instalação há potencial de mercado. Converse com a associação comercial, gerentes e prefeituras para entender a dinâmica do local.

  • Investir 100% do capital no negócio

A ABF recomenda que você não coloque todo o seu dinheiro no negócio. É preciso arcar com o capital de juros nos primeiros meses da empresa e ter reservas de emergência.

  • Capital de giro

O capital de giro é um recurso para bancar a operação quando o negócio ainda não está rendendo. Recomenda-se ter 50% a mais do capital inicial para manter o negócio até o ponto em que ele começará a render.

  • Treinamento

A recomendação da ABF é que o franqueado participe dos treinamentos oferecidos pelo franqueador no primeiro um ano, que é o período de amadurecimento e aprendizado.

 

 

Mundo-Nipo: O principal portal de notícias do Japão.

 

 

 

 

 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here