Em uma conversa entre o primeiro ministro do Japão e o presidente da china, Xi Jinping, o presidente da China, disse ao primeiro ministro do Japão que Kim Jong Un está ciente de sua oferta de realizar um encontro bilateral entre os dois países sem condições estipuladas préviamente.




 

Está revelação foi feita na quinta-feira que antecedeu a reunião da cúpula do G20.

Em Maio, o primeiro ministro havia comentado que estaria disposto a se reunir com Kim Jong Un, mesmo não havendo progresso com relação a resolução a respeito do sequestro de cidadãos japoneses nas década de 70 e 80 pela Coreia do Norte. Caso que até hoje, ao longo de todos os últimos mandatos não progrediu. O Japão lista oficialmente 17 vítimas de sequestro, cinco das quais foram repatriadas em 2002, há também suspeitas de outros desaparecimentos.

Por mais que, a princípio, Kim tenha recusado o convite do primeiro ministro, um funcionário afirma que, desdenhar das propostas é sempre uma das primeiras reações do ditador Norte Coreano. Mas, o presidente da china, Xi Jinping, disse que discutiu a respeito antes da cúpula do G20.

Além do diálogo bilateral, o primeiro ministro do Japão, tenta em conjunto com os Estados Unidos, frear o programa nuclear norte coreano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.