335 visualizações 3 min 0 Comentário

Estagiários asiáticos terão seu visto de permanência prorrogado

- 25 de agosto de 2020

Os estagiários estrangeiros poderão mudar de emprego e permanecer no Japão mesmo após o término de seus programas de estágio técnico, já que alguns deles não podem voltar para casa em meio à pandemia de coronavírus, disse o governo na terça-feira. As novas medidas entrarão em vigor no início de setembro, disse.

A Agência de Serviços de Imigração disse que cerca de 24.200 estagiários estrangeiros ficaram presos no Japão na sexta-feira, e o número desses estagiários deve crescer, seja devido às restrições de viagem em vigor em todo o mundo devido à pandemia ou porque os trabalhadores não podem pagar a passagem aérea para o retorno.

O programa patrocinado pelo governo, estabelecido em 1993, tem como objetivo promover a cooperação internacional, transmitindo habilidades e conhecimentos nas indústrias japonesas aos países em desenvolvimento.

Os estagiários só podem trabalhar por até cinco anos em áreas designadas de acordo com os regulamentos em vigor e devem deixar o país após o término de seus programas de estágio.

Mas como parte dos esforços para apoiar os estagiários estrangeiros afetados pela pandemia, o governo decidiu em abril permitir que aqueles que estão presos no Japão trabalhem no mesmo campo por mais um ano, concedendo-lhes um visto para “atividades designadas”.

Agora, eles poderão encontrar empregos em outras indústrias, já que é difícil para eles conseguir novos empregos nos mesmos setores em meio à deterioração das condições econômicas no Japão, de acordo com a agência.

A partir de 1º de setembro, o Centro de Apoio a Residentes Estrangeiros em Tóquio oferecerá um serviço de linha direta gratuita para aqueles que têm problemas por causa da pandemia do vírus, disse a agência.

O serviço de consulta por telefone estará disponível em 14 idiomas, incluindo inglês, vietnamita e chinês, e oferecido das 9h às 17h nos dias de semana em 0120-762-029. O centro foi inaugurado no mês passado para dar conselhos aos estrangeiros no Japão sobre empregos, vistos, leis e questões humanitárias.

A maioria dos estagiários estrangeiros do programa de estágio técnico é oriunda de outros países asiáticos.

No final do ano passado, os vietnamitas respondiam por mais da metade do total com 218.727, seguidos pelos chineses com 82.370, filipinos com 35.874 e indonésios com 35.404, de acordo com o Ministério da Justiça.

Portal Mundo-Nipo
Sucursal Japão Osaka
Harumi Matsunaga