3.471 visualizações 2 min 0 Comentário

Novo risco na economia mundial: o colapso da barragem de Três Gargantas na China

- 9 de julho de 2020

Em Chongqing, na China, uma forte chuva, que ocorre a cada 80 anos, causou uma inundação e muitas aldeias já estão submersas. Diz-se que é a maior inundação de todos os tempos. O que preocupa essa inundação é o colapso da barragem das Três Gargantas, a maior hidrelétrica do mundo. A barragem das Três Gargantas na China é considerada o ponto mais fraco da China. Dizem que é perigoso construir uma barragem antes mesmo de ser construída, porque, se quebrar, a cidade a jusante será seriamente danificada. Mesmo se a barragem for robusta, se for destruída por guerra ou terrorismo, uma enorme inundação ocorrerá na área a jusante e destruirá a cidade. A jusante é uma área em que cerca de 40% do PIB da China está concentrado, incluindo Wuhan, que ficou famoso pelo novo coronavírus, e até a área costeira de Xangai é tão difundida que será danificada por uma barragem. Então há preocupações.

Um dos objetivos da barragem é eliminar as inundações a jusante, mas atualmente as inundações ocorrem da mesma forma. Se a barragem for aberta, a inundação a jusante será grave e, se a barragem não for descarregada, a barragem será colapso.

O novo coronavírus que se originou na China foi considerado um desastre inesperado, mas agora há preocupação com o colapso da barragem das Três Gargantas, um novo desastre inesperado.

Uma catástrofe de rompimento de barragem poderá impactar em todo o setor da economia mundial, pois hoje, uma grande fatia comercializada no mundo é fabricado na China.

Portal Mundo-Nipo
Sucursal Japão Osaka
Harumi Matsunaga